Pra começar a semana bem...

 


Leia Mais ► ► ►

[Saindo do Forno] Divulgação Editora @sextante



Oie pessoal!

Vamos conferir as últimas novidades da Editora Sextante?

Leia Mais ► ► ►

Gincana - Atualização




Oie pessoal, como estão?

A participação na Gincana está para terminar e alguns participantes pediram dicas, como sou manteiga derretida, resolvi postar algumas, rsrs.
Leia Mais ► ► ►

Resenha #56 "O Catador de Sonhos" @EditoraGente

Ele já quebrou seis vezes e saiu de todas elas mais sábio – e mais rico.
É comum que as pessoas se abalem com mais facilidade quando enfrentam os revezes da vida, e, ainda pior, quando enfrentam uma crise muitas vezes desistem sem sequer tentar virar o jogo. De onde vem tanto desânimo, tanta falta de fé?
Geraldo Rufino é o exemplo de que basta mudar o modo de pensar e todos os caminhos podem se abrir. Não sem trabalhar muito, é claro. Trabalhar muito com o espírito e a mente é a formula do sucesso que Rufino conseguiu desenvolver. O homem que começou a vida como catador de lixo reciclável nunca perdeu o sucesso de vista, e hoje é presidente da JR Diesel, cujo faturamento é superior a 50 milhões de reais por ano.
Empreendedor visionário, trabalhador incansável, otimista incorrigível, Geraldo Rufino ensina como transformar sua vida e seu negócio para nunca mais se sentir vencido. Comece hoje a:
  • Enxergar oportunidades em cenários diversificados.
  • Não se deixar abalar pelas crises.
  • Manter a credibilidade em momentos críticos.
  • Gerir uma equipe que tatua o nome da empresa na alma
  • Fazer do seu sucesso uma fonte de sucesso para a sua família.
  • E muito mais.
 

 
O Catador de Sonhos
O empresário visionário que começou como catador de latinhas ensina tudo o que você precisa saber sobre otimismo, superação e determinação
Geraldo Rufino
Ano: 2015
Páginas: 192
Editora: Gente



Oie pessoal, tudo bem?

Alguns vão estranhar a resenha deste livro, mas não leio apenas romances. Procuro ler livros que agreguem conhecimentos para a minha vida profissional. E como sou formada em Administração, assim que vi este lançamento da Editora Gente, fiquei curiosa.

O livro é narrado por Geraldo Rufino, um homem singular, seria essa a minha classificação para a sua personalidade. Um menino que com apenas oito anos de idade, recém chegado do interior consegue ver uma oportunidade de ganhar dinheiro, onde ninguém mais viu, é realmente um caso ímpar!

E essa é uma das palavras de ordem de Geraldo: Oportunidade. Ele sempre consegue vislumbrá-la em qualquer coisa ou situação e não quer perdê-la jamais! 

Outra palavra marcante no repertório do Rufino é: Positividade. O Geraldo acredita piamente que a energia que lançamos no universo nos é devolvida da mesma forma, criando um círculo que contagia os demais.

Geraldo ao longo de sua jornada empresarial, sofreu várias quedas, mas nunca manteve-se prostrado, pois sempre avistou uma nova oportunidade e permanecia cheio de energia positiva, para superar o baque e reerguer-se. Sem abrir mão de seus valores de vida, como ética e amor ao próximo.

Em um ambiente empresarial é corriqueiro encontrar pessoas que procuram o jeitinho mais fácil, infelizmente. E Geraldo nos conta em sua narrativa, que isso nunca passou por sua cabeça, pois sempre quis ser honesto e manter sua integridade limpa sem ter do que envergonhar. Como ele mesmo cita várias vezes, que quebrar não é vergonhoso. Afinal, foi apenas uma estratégia errada. A vergonha é não pagar os funcionários e credores.

A sinopse aborda alguns aspectos empresariais que o leitor encontrará nas páginas deste livro. Mas a leitura do mesmo, não precisa ficar fechada no âmbito dos empreendedores e empresários. A lição que o Geraldo Rufino transmite em sua ‘palestra’, (pois foi assim que me senti ao ler “O Catador de Sonhos”, sua narrativa é simples e direta, que por muitos momentos fiquei com a impressão de ouvi-lo a dar-me conselhos) é que toda pessoa pode, sim, ter uma vida profissional melhor. Basta trabalhar duro e não ambicionar as estrelas, quando nem ainda alcançou a lua.

O perfil do brasileiro em si, seja empreendedor ou não, tende a sonhar fora dos seus limites de atuação. Não é que deve-se sonhar pequeno, mas sonhar grande em cima das suas limitações reais. Trabalhar para superá-las, aumentar as metas aos poucos e seguir adiante. Focando no trabalho com ética e persistência.

Particularmente, não gosto de capas com pessoas ou modelos. Mas entendo que o Geraldo Rufino precisava aparecer, pois assim como eu, muitas pessoas não conheciam a sua trajetória de vida e nem a sua fisionomia. As peças atrás fazem menção ao seu trabalho atual com desmanche de peças de caminhão. Achei a fonte pequena, isso me incomodou um pouco ao longo da leitura. No demais a diagramação está boa.

Essa é a dica que trago para vocês. Um livro com ênfase empresarial, mas que pode ser lido por todos. Muitas boas lições a serem extraídas da vivência do Geraldo, basta dar uma chance à leitura.




Leia Mais ► ► ►

Cantinho das Capas #25


Quando Evie Hart aceita ser dama de honra de sua melhor amiga, ela percebe que isso é o mais perto que conseguirá chegar do altar. Até hoje, aos 27 anos, Evie nunca viveu um grande amor.
E, por ironia do destino, todos a seu redor, inclusive sua própria mãe, estão com os dias de solteiro contados. Ela treme só de pensar nos inúmeros casamentos que tem pela frente! Mas sua fobia de relacionamentos pode ter cura. Um convidado especial, que está sempre presente nas cerimônias, é capaz de fazer com que ela queira ser um pouco mais do que dama de honra.



Oie pessoal, todos bem?

Mais uma capinha para comentarmos. Vamos lá?
Leia Mais ► ► ►

Li no Kindle #40 "Corra, Abby, Corra!" @editorarecord @janecostello

Abby nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis. Aos 28 anos, ela acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então... nem pensar.
Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose.
Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado...

 


Corra, Abby, Corra!
Na corrida pelo amor, Abby tem que ir com tudo
Jane Costello
Ano: 2015
Páginas: 420
Editora: Record






Oie pessoal, tudo bem? 

Queria ler algo leve, então pensei no novo livro da Jane Costello, lançado pela Record. Como já conheço a escrita da autora por ter lido 2 tramas: Damas de Honra e Quase Casados (para ler as resenhas basta clicar no título). Imaginei que seria tão agradável e divertido como as anteriores, mas não foi bem assim...

Como a sinopse informa, Abby é uma jovem atarefada com o seu negócio e já deixou de lado a vida amorosa. Sempre em busca de novos clientes e de pagar em dias seus poucos funcionários. Nessa agitação, acaba atropelando um motoqueiro e tem que arcar com os prejuízos.

A melhor amiga da nossa protagonista, Jess, é casada, com 2 filhos e possui uma forma física em dias, devido a muito exercício e boa alimentação. Está decidida a fazer Abby largar o sedentarismo e participar do clube de corrida que ela frequenta. Para isso, até apresenta Abby a Oliver, um médico galã. Finalmente Jess consegue, mas para o desespero de Abby, o motoqueiro também é frequentador do clube de corrida e Abby fica tentada a largar tudo, só para não ter que encará-lo em todos os treinos.

Só que as coisas em um chick lit não são nada fáceis para a mocinha, não é mesmo? Sua melhor funcionária, Heidi, foi diagnosticada com esclerose múltipla e como as pesquisas nessa área são poucas, Abby decide participar de competições de corrida com o intuito de angariar fundos para que esse quadro seja revertido. 

Uma coisa bem legal nessa permanência no clube de corrida, é que Abby o faz por puro altruísmo. Não tem aquela neura com o peso, não faz dietas loucas e coisas desses tipo, como vemos em muitas protagonistas de chick lit. Abby é bem resolvida com seu peso.

Além da empresa, clube de corrida e funcionária enferma, Abby ainda tenta ajudar no relacionamento dos pais, que estão separados e no casamento de Jess.

Tudo para alavancar o enredo... Mas, infelizmente, a autora não o fez. Temos um mote principal e alguns núcleos secundários muito interessantes, mas faltou aquela pitadinha na narração dos fatos. Como alguns dizem: a cereja do bolo!

Conheço a escrita da Jane, estou acostumada com suas personagens bem construídas e com tiradas ácidas na ponta da língua. Era isso que esperava encontrar neste volume.

A pesquisa sobre corrida e como o corpo se prepara e funciona diante do exercício foram muito bem inseridas na trama. Mas o ritmo do enredo foi lento, as situações demoravam para ser resolvidas e acabou sendo muito linear, sem um ápice.

Se você gosta de ler chick lit de origem britânica, é uma sugestão. Mas se for entrar em contato com a escrita da autora pela primeira vez, sugiro que vá sem expectativas ou leia os anteriores primeiro, para aí sim dar boas risadas. 


Leia Mais ► ► ►

[Saindo do Forno] Divulgação Editora Arqueiro(@editoraarqueiro)


Oie pessoal!

Vamos conferir as últimas novidades da Editora Arqueiro?

Leia Mais ► ► ►

Vamos falar das leituras recentes?



Oie pessoal, todos bem?

Querem saber quais foram os últimos livros que li?
Leia Mais ► ► ►

Pra começar a semana bem...

 


Leia Mais ► ► ►

[Saindo do Forno] Editoras Gente e Única (@UnicaEditora)




Oie galerinha, todos bem?

Vamos conhecer os lançamentos das Editoras Gente e Única?
Leia Mais ► ► ►

Vamos falar das leituras recentes?



Oie pessoal, todos bem?

Querem saber quais foram os últimos livros que li?
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Terceira Fase



Oie galerinha!

Hoje começa a terceira, e última, fase da Gincana. Vamos conhecer a tarefa?
Leia Mais ► ► ►

Pra começar a semana bem...

 


Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 15


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 14


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 13


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

Resenha #55 "A Escolha" @Novo_Conceito


Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta.
Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever.
Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria manter o amor de sua vida?

A Escolha




A Escolha
Até onde devemos ir em nome do amor?
Nicholas Sparks
Ano: 2012
Páginas: 308
Editora: Novo Conceito





Oie pessoal, tudo bem?

Como todos sabem, o titio Nick já gosta de uma drama recheado com uma tragédia no meio, não é mesmo? Então A Escolha, não iria fugia à regra de sua fórmula de sucesso, um pouco já batida, mas que lhe rendeu inúmeros fãs ao redor do mundo.

Somos apresentados a Travis e Gabby, duas pessoas completamente diferentes. Ele com a visão mais “light” da vida em contraponto a visão mais racional de Gabby. Nossa protagonista acabou de mudar-se para a casa ao lado de Travis e de primeira já tomou antipatia com o rapaz por causa de seu cachorro, que vivia passando os limites do quintal e indo ‘paquerar’ a cadela de Gabby.

Ao perceber que sua pet está grávida, Gabby parte para cima de Travis, tão enraivada que poderia explodir a residência do vizinho em um piscar de olhos. Após esse episódio mal sucedido, Travis tenta aproximar-se de Gabby e construir uma relação amigável entre vizinhos.

Travis é solteiro e possui um grupo sólido de amigos que sempre estão passando algum tempo juntos, seja em sua casa ou em outros lugares. Todos casados e assentados na vida, só Travis que persiste em manter-se longe do altar. Gabby namora um rapaz e por estar decidida que ele será o seu futuro marido, deixou sua antiga cidade para apoiá-lo em sua carreira. Personalidades diferentes, mas que possuem em comum o amor por animais e trabalharem na área da saúde: Travis é veterinário e Gabby é médica assistente.

A trama é dividida em duas partes e temos duas escolhas, a primeira escolha é de ambos e a segunda é da autoria de Travis.

Achei muito lento a primeira parte, chegou a ser cansativa! Não consegui sentir empatia com a relação do casal. Talvez pelo fato do autor, tê-los criados tão opostos, que chegou a ser esquisita a relação deles. A famosa escolha da segunda parte me surpreendeu, um pouco. Tanto que cheguei a imaginar outro final, mas foi uma boa escolha do autor. (Não resiste ao trocadilho, hehe).

Não entendia a capa, mas após a leitura compreendi que faz todo o sentido, até o pássaro que aparece abaixo do nome do Nicolas, tem um significado para a trama. Diagramação boa e o tamanho da fonte é o ideal.

Em suma, A Escolha, é um livro regular, sem muitas reviravoltas ou um romance que faça suspirar. Caso ainda não tenha lido nada do autor, por favor, não comece por esta leitura. Para quem já curte a escrita e o estilo do Nicolas, vai sem expectativas. 

P.S.: leitura feita para o tema de junho, do Desafio Literário "No Clima do Mês": romance.



Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 12


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 11


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 10


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 9


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

Pra começar a semana bem...

 


Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 8


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 7


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 6


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 5


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 4


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

Li no Kindle #39 "Depois de Auschwitz"


Depois de Auschwitz


Depois de Auschwitz
O emocionante relato de uma jovem que sobreviveu ao holocausto
Eva Schloss
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 3


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

Resenha #54 "Quarentena Amorosa" @sextante

Terminar um relacionamento não é nada fácil. Quase sempre, a dor da separação vem acompanhada de um mundo de incertezas. E agora? Como fazer para seguir em frente?
Pensando nisso, a jornalista, cantora e compositora Angela Brandão propõe o que ela chama de quarentena amorosa, um período de cuidados especiais para ajudar você a cicatrizar as feridas, cuidar de si e recuperar o amor-próprio.
Recheado de boas histórias e pontuado por trechos de canções e poemas inspiradores, este livro apresenta 12 princípios práticos para sair da inércia que acompanha o fim de uma relação e dar início ao processo de cura.

Por mais difícil que possa parecer no início, a resposta que buscamos está em ações ao nosso alcance: criar hábitos novos, cuidar do corpo e da aparência, evitar atitudes radicais e apostar apenas em relações que interessam, sejam elas com pessoas, lugares, objetos ou memórias.
Dando os passos certos, um de cada vez, você pode descobrir que a quarentena era o período que você precisava para voltar a desfrutar a melhor companhia de todas. A sua.


Quarentena amorosa





Quarentena Amorosa
Angela Brandão
Ano: 2015
Páginas: 192
Editora: Sextante




Oie pessoal, tudo bem?
Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase - Capa 2


Oie galerinha!

Vamos continuar com a segunda fase da Gincana.
Leia Mais ► ► ►

Pra começar a semana bem...

 


Leia Mais ► ► ►

[Gincana Aniversário] Segunda Fase


Oie galerinha!

Hoje começa a segunda fase da Gincana, vamos conhecer a tarefa?
Leia Mais ► ► ►
© Cantinho da Gladys - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Zuky.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo